quarta-feira, 22 de setembro de 2010

O Nó da Caixinha



Hoje passei por aqui pra dizer que fiquei triste, mas como sempre sei que passará logo porque não guardo por muito tempo coisas tristes. As coisas tristes eu coloco numa caixinha e amarro bem forte com um nó pra ficar bem difícil de desamarrar, Mas hoje fui remexer nas caixinhas do passado comecei a lembrar de alguns fatos, e refletir sobre o que fiz comigo com a minha vida, porque fui querer pular as fases da vida, tudo tem o tempo certo tempo pra nascer ,tempo pra crescer,Gostaria de ter sabido conduzir tudo diferente, mas na minha época não pensava como hoje nem tinha as facilidades de hoje por isso acho que era tão ignorante, só posso pedir perdão a quem eu fiz sofrer porque eu não tive a intenção foi imaturidade falta de apoio, covardia, também levei muitas porradas da vida pra aprender errei muito tentando acertar. Sempre me senti diferente pois também tive uma vida diferente, tinha família mas morava no orfanato, pois meu pai também não teve a sabedoria de valorizar a familia, vivi pedindo de tudo amor comida respeito atenção, mas passei da fase de ficar contra meu pai passei a entender os motivos que o levavam a agir daquele jeito aprendi sempre me colocar no lugar do outro pra entender alguma coisa e assim poder ultrapassar as dificuldades,Passei a me anular achando que isso era certo vivi só para meus filhos só pensava neles, em dar uma familia pra eles a que eu nunca tive, esse era o meu ideal.Que ilusão a minha, como podia viver se eu morri muitas vezes, mas os meus filhos me faziam eu ser forte. Mas agora já foi não posso mudar o passado mas posso viver coisas novas," Eu tenho o dom do esquecimento". Quem sabe escrevendo aqui eu consiga expressar o que só sei sentir.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Continuo aprendendo


Estou aprendendo muitas coisas principalmente com os mais jovens.
Eu tenho uma netinha linda de nome Ana Laura, que sempre me surpreende,
pelo carinho que tem comigo, existe uma parceria entre nós duas.
Meus primeiros passos neste blog me foi ensinado por ela.
Penso que sou uma boa vovó. A gente tenta, convencida eu rsrsr.
Minha vida tem várias fases uma delas é ser avó.
A avó não educa, simplesmente ama. Temos que respeitar a educação que a mãe dá, pois no final elas sempre acertam. Como disse minha vida tem muitas fases, eu comecei a viver de trás pra frente, quando era pra ser criança eu fui adolescente, quando era pra ser adolescente fui viver uma vida de "adulta", mas não estava madura. Pulei as fases.
Hoje misturou tudo.
Mas em todas as fases de alguma forma hoje eu vejo que fui muito feliz.

Começando

Começando,parece que estou sempre começando algo novo pra mim.
Eu gostaria de escrever aqui, mas na verdade não encontrava um tema, foi então que minha filha querida me deu a dica, por que não escrever sobre você, falar de suas dificuldades, das suas alegrias, quem sabe poderá levar um pouquinho de sua experiência para alguém. Gostei muito da ideia pois não sei usar minha criatividade, achei graça até pois ela disse seja você mesma, e isso eu tive que brigar muito pra ser eu mesma, brigar comigo, até aprender que eu posso e deve ser eu mesma.Aprendi que sou gente grande rsrs. E assim estou começando novamente como eu disse...